A OAB Nacional participou de uma sessão solene no Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quinta-feira (21), em homenagem ao centenário de nascimento do ministro Djaci Falcão, que foi ministro da corte por 22 anos, entre 1967 e 1989, tendo presidido o STF no biênio 1975/1977. O membro honorário vitalício da OAB Nacional, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, participou da cerimônia representando o presidente nacional da OAB, Felipe Santa Cruz.

Representando a advocacia, Marcus Vinicius destacou em seu discurso a importância do ministro Djaci Falcão e a sua preocupação no correto dizer o direito, externando sempre virtudes como a humildade e a fraternidade. “Seu trabalho sem trégua, a consistência de suas ideias e seu talento na arte de interpretar e aplicar o direito nos inspira a todos e nos conduz a render as justas homenagens a esse grande jurista. Foram décadas de dedicação total à vocação da judicatura, externando admiráveis virtudes como a humildade e a fraternidade, seja nos votos proferidos, seja na conduta cordial com seus pares”, afirmou o ex-presidente da OAB Nacional.

Marcus Vinicius Furtado Coêlho também fez questão de defender o STF em seu pronunciamento. “A celebração por ocasião do centenário de nascimento do ilustre ministro Djaci Falcão é, portanto, o louvor ao imprescindível papel desta Corte Suprema para a garantia da ordem constitucional e do Estado Democrático de Direito no Brasil. A guarda da Constituição, dos direitos fundamentais, do devido processo legal e da separação dos poderes conta com instituição de peso à qual rendemos também nossas sinceras homenagens e o nosso máximo reconhecimento”, disse.

Após a solenidade foi aberta, no edifício sede do STF, uma exposição que reúne fotos e documentos do ministro homenageado. O ministro Djaci Falcão nasceu em 4 de agosto de 1919 e faleceu, de causas naturais, no dia 26 de janeiro de 2012.

Fale conosco no whatsapp!