Representantes dos povos indígenas Tupinambá e Pataxó Hã-Hã-Hãe se reuniram com a Comissão Especial de Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas da OAB Nacional, nesta quinta-feira (12), em Brasília, para solicitar o apoio da Ordem na defesa da população dessas etnias. O grupo reclamou de violações contra os indígenas em uma região no sul da Bahia.

O presidente da Comissão de Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas, Paulo Machado Guimarães, afirmou que os problemas relatados pelos índios serão debatidos e encaminhados para deliberação no Conselho Federal da Ordem. “Há uma série de reclamações e preocupações, relatos de conflitos e ameaças que estão acontecendo, especialmente nas terras do povo Tupinambá. Vamos levar os relatos ao conhecimento da direção da Ordem para análise das providências e ações que podem ser adotadas para superação dessas aflições”, afirmou.

O representante dos povos indígenas, Kâhu Pataxó, disse que a população indígena enfrenta dificuldades no diálogo com o governo e está preocupada com a possibilidade de liberação da mineração nas terras indígenas. “Estamos enfrentando retrocessos em diversos aspectos da questão indígena, ainda mais com a tramitação de projetos de lei que autorizam a exploração mineral. Entendemos que isso coloca as nossas comunidades em um grande risco. Viemos dialogar e pedir o apoio da OAB”, disse Kâhu Pataxó.

Fale conosco no whatsapp!