O Sistema da Organização das Cooperativas do Brasil (OCB) promoveu, na manhã desta segunda-feira (13/11), o 4º Seminário Jurídico do Sistema OCB. O vice-presidente da OAB Nacional, Rafael Horn, representou o Conselho Federal e discursou no evento sobre a parceria entre as duas entidades.

Horn defendeu o papel da Ordem em promover o sistema de cooperativismo. “Com o intuito de promover (o cooperativismo), desde a base, a OAB tem buscado, com duas comissões, uma de cooperativismo e outra específica de cooperativismo de crédito, que trata das relações com o Banco Central e, principalmente, no âmbito do Sistema OAB. A Ordem está ao lado do movimento cooperativista brasileiro, em defesa de sua promoção e, principalmente, de combater o desconhecimento dos operadores do Direito”, defendeu.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux ilustrou a importância do cooperativismo na jornada em direção à Justiça Social. “O cooperativismo exerce um dos mais importantes desígnios da Justiça Social. Ela é o sonho mais formoso da humanidade. O cooperativismo sobrevive de duas regras básicas, a primeira é: “Eu sou o que você é”, o princípio da igualdade, e a velha máxima criada por Alexandre Dumas, em “Os Três Mosqueteiros” – “Um por todos e por um”, disse.

O presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas, destacou o papel estratégico que a OAB trilhou, nos últimos anos, em parceria com o sistema de representação do cooperativismo. “A presença simbólica de Rafael Horn mostra a aliança estratégica que o sistema de representação do cooperativismo e a OAB têm tido, ao longo dos últimos anos, com a formação de fóruns específicos para a discussão dos assuntos”, afirmou.

O 4º Seminário Jurídico do Sistema OCB é um evento dedicado ao debate das principais novidades e desafios do Direito Cooperativo da atualidade, em discussão nos Três Poderes. Advogados e assessores jurídicos das OCEs e cooperativas de todos os ramos se encontram para explorar temas de relevância e trocar experiências e atualizações sobre as últimas discussões jurídicas que impactam o cooperativismo.

Fale conosco no whatsapp!